Carga tributária do presentes para as mães pode chegar a quase 80%

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Segundo o IBPT, carga tributária do perfume importado é de 78,43%, e no produto nacional, corresponde a 69,13%

Fonte: De León Comunicações

O contribuinte que quiser surpreender mães, esposas e familiares no Dia das Mães, comemorado no próximo dia 12 de maio, pode desembolsar até 78% a mais do valor real do presente se optar por um perfume importado, ou 69,13%, caso o produto seja nacional, somente para pagar tributos (assista ao vídeo ). As informações são do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário – IBPT, que divulga nesta semana um levantamento com a carga tributária dos itens preferidos para presentear as mulheres nesta data. 

Se o brasileiro quiser homenagear as mães com itens de maquiagem, 51,04% do valor do produtos irá para os cofres públicos; se optar por uma joia, a carga tributária é de 50,44%, e no aparelho de MP3, 49,45%. Outras opções de presentes pesquisados pelo IBPT também carregam um elevado percentual tributário: bolsa de couro, 41,52%; câmera fotográfica, 44,75%; e celular, 39,80%.

Caso opte por levar a família ao restaurante nesta data, 32,31% da conta do almoço ou jantar, incluindo os serviços do estabelecimento, corresponderá aos tributos. Caso o presente escolhido para homenagear as mães seja um buquê de flores, 17,71% do valor será destinado ao governo.

“Os diversos processos de industrialização e o fato de serem considerados bens supérfluos fazem com que esses itens tenham uma tributação elevada”, explica o presidente do IBPT João Eloi Olenike. Segundo o executivo, a partir de 10 junho de 2013, o contribuinte terá condições de saber a carga tributária embutida nos produtos e serviços que consome, uma vez que entrará em vigor nesta data a Lei nº 12.741/12, que obriga as empresas a informarem os tributos incidentes ao consumidor final.

Texto: Paloma Minke
Edição: Lenilde De León

O presidente do IBPT, João Eloi Olenike, está à disposição para falar sobre o tema. Para agendar uma entrevista, entre em contato com a De León Comunicações, nos telefones (11) 5017-4090//7604 ou e-mail paloma@deleon.com.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sobre o IBPT

Os estudos do IBPT são referências no mercado e visam identificar a carga tributária dos diversos setores da economia brasileira ou de uma empresa, especificamente. Eles fornecem um diagnóstico da tributação que incide sobre determinadas atividades, com dados suficientes para implementar uma gestão tributária e aumentar a competitividade. Realizamos pesquisas corporativas e de setores específicos para reduzir o peso dos tributos por meio de uma gestão tributária eficiente.

Posts Recentes

Siga-nos

No Youtube

Fique por dentro do IBPT

Assine nossa newsletter para receber nossas novidades.




    yes

    Close Bitnami banner
    Bitnami