IBPT foi citado em 15 veículos de comunicação na última semana de 21/08 a 29/08.

Arrecadação nacional de IPVA cresce 24,14% em 2022

A arrecadação do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) aumentou significativamente de 2021 para o ano passado. De acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), há dois anos foram recolhidos quase R$ 53 bilhões via IPVA; já no ano de 2022, o número saltou para R$ 65,56 bilhões, ou crescimento de 24,14%. O desempenho marca 18,35% acima da inflação no período.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

” Aumentou nesse patamar principalmente devido ‘a alta generalizada no preço dos veículos, por ocasião do período pândemico. Se o preço fica mais alto, consequentemente essa nova base de cálculo, bem maior, provoca valores de arrecadação desse tributo em escalas superiores, ao período imediatamente anterior”, explica João Eloi, presidente do IBPT.

Fonte: SBT News

ACSP recebe Gilberto Luiz do Amaral, presidente do IBPT

Na última terça-feira, 22/8, Roberto Mateus Ordine, presidente da ACSP, e Marcel Solimeo, economista-chefe da ACSP, receberam para um almoço o presidente do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), Gilberto Luiz do Amaral, e Rafael Amazonas Fernandes do Amaral, gerente comercial do Empresômetro.

O IBPT tem o objetivo de promover estudos, análises e pesquisas sobre temas tributários. O encontro teve a finalidade de discutir a reforma tributária em curso.

Uma das iniciativas mais conhecidas da parceria entre IBPT e ACSP é o Impostômetro, painel eletrônico que exibe o valor acumulado dos impostos, taxas e contribuições arrecadados pelo governo brasileiro em nível nacional. 

O Impostômetro, instalado na sede da ACSP, calcula em tempo real a arrecadação, fornecendo aos cidadãos uma estimativa clara e tangível do quanto é pago em tributos.

Fonte: Diário do Comércio

Saiba quanto se paga de impostos no Brasil por um sapato, vestido ou perfume. Carga chega a 142%

carga tributária de produtos eletrônicos de fabricação nacional pode chegar a 142,98%, considerando toda a cadeia produtiva. No caso de vestuário e calçados, setores que enfrentam forte concorrência de site de compras estrangeiros, o total de impostos sobre os produtos chega a 92%, enquanto no setor de brinquedos a carga é de 128% e em itens de beleza de 130%.

carga tributária de produtos eletrônicos de fabricação nacional pode chegar a 142,98%, considerando toda a cadeia produtiva. No caso de vestuário e calçados, setores que enfrentam forte concorrência de site de compras estrangeiros, o total de impostos sobre os produtos chega a 92%, enquanto no setor de brinquedos a carga é de 128% e em itens de beleza de 130%.

Fonte: Folha PE

Veja mais citações do IBPT:

Jornal do Sudoeste Gazeta do Povo Notícias Concursos Poder 360 Mercado & Consumo Jornal do Comércio Monitor do Mercado Exame Valor Econômico Seu Crédito Digital Mercado & Consumo Integração Bahia


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sobre o IBPT

Os estudos do IBPT são referências no mercado e visam identificar a carga tributária dos diversos setores da economia brasileira ou de uma empresa, especificamente. Eles fornecem um diagnóstico da tributação que incide sobre determinadas atividades, com dados suficientes para implementar uma gestão tributária e aumentar a competitividade. Realizamos pesquisas corporativas e de setores específicos para reduzir o peso dos tributos por meio de uma gestão tributária eficiente.

Posts Recentes

Siga-nos

No Youtube

Fique por dentro do IBPT

Assine nossa newsletter para receber nossas novidades.




    yes

    Close Bitnami banner
    Bitnami